Páginas

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Bipolaridade, Esquizofrenia Evangélica e Roberta Close




Este texto foi escrito por mim a propósito da preocupação dos evangélicos em que fazer se a Roberta Close se "convertesse".

Grande é o engano desta religião presunçosa da salvação por qualquer mérito humano, seja ele de entendimento, compreenção, aceitação ou mudança de vida ou de atitude ou ainda de sexualidade.
Não somos nós que aceitamos a Cristo
Ele nos aceitou.
Volto a dizer a todos os amados que tem me lido.
A Raiz do engano é a versiculatria legalista e condenatória. Errais não conhecendo as escrituras nem o poder de Deus, disse Jesus.
Ora, quem discerne as escrituras sempre vai saber que a condenação é certa não só para as Robertas Closes da vida, mas também para os mais farisaicos e alvos crentes, carolas e puros.
Quem discerne o poder de Deus, sabe que ele tem poder para não só perdoar pecados como para purificar o impuro, tirar a cegueira do cego e curar a paralisia do "coxo".
Este cristianismo babilônico e bibliânico não discerniu nem as escrituras nem o poder de Deus, e o que vemos é um tópico como este.
Louvo a Deus por ter discernido estas coisas para poder testemunhar para muitos de vocês que são líderes e tem responsabilidade sobre muitas ovelhas, e tem imposto jugos sobre elas que nem vocês podem carregar.
Quem converte é Jesus. Conversão é quando Jesus vai nos converter de um corpo pecador para um corpo glorificado em sem pecado.
Roberta Close é uma parábola.
O cristianismo vigente é a própria Roberta Close.
Pior, cristianismo fundamentalista é uma Rogéria da vida, é um travesti. É um pecador travestido de santinho.
"Cristão" é pecador e incapaz de qualquer pureza e santidade, e se auto impõe e impõe aos outros a santidade e troca de identidade. Bem igualzinho à troca de sexualidade.
Não, meus irmãos. Não sejamos patrocinadores da bipolaridade e esquizofrenia evangélica. Não sejamos travestis espirituais. Não sejamos transexuais espirituais.
Quem discernirá a Graça de Deus sobre a humanidade?
Quem discernirá o perdão global de 70 x 7?
Quem discernirá o EVANGELHO?
Quem deixará a Babilônia e seguirá a Cristo?
Quem discernirá sua condição de pecador e aceitará a graça para si mesmo?
Quem discernirá a condição de pecado da humanidade e aceitará a graça para os outros?
Quem há de andar na liberdade em Cristo?
Quem há de rejeitar os jugos da religião?
Não meus caros. Não é Roberta Close que aceita a Cristo. É Cristo que aceita a Roberta Close, bem do jeitinho que ela é, e é feminina na sua essência.
O brabo mesmo é ELE aceitar os bizarros travestis góspels, os transformistas evangélicos, os lobos vestidos de ovelhas, os comedores de ovelhas, os que se vestem de pele de ovelha, as ovelhas gordas que se alimentam das ovelhas magra .
O brabo é ELE aceitar aqueles que assumem para si mesmos a tarefa do PASTOR, o título do PASTOR, a responsabilidade do PASTOR.
Mas eis que se a escritura estiver correta, ELE mesmo virá e recolherá as suas ovelhas perdidas, (não convertidas em travestis evangélicos) errantes, quebradas, alquebradas, espalhadas pelos montes, por todas as tribos, línguas e nações.
ELE é o PASTOR. Não entendo a dificuldade desse povo evangélico em aceitar o PASTOR, aceitar o CRISTO, aceitar a obra de REDENÇÃO.
Pois no dia D o PASTOR vai tirar todo o povo dele lá do "Egito" lá a prisão onde foi parar, lá da mão do "Faraó", lá da fornalha sobremodo acesa, do quinto dos infernos, por melhor dizer.
Que grande engano se abate sobre esta religião que se diz cristã.
Ainda bem que tudo isso está acabando.

Texto de Ronald Loma

2 comentários:

MamaNunes disse...

Ai que legal!!! Que "lavada"!
posso assinar embaixo?
um grande abraço!
:)

bete disse...

O que me causa maior espanto, é Jesus ter aceitado a MIM!