Páginas

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Longe do moralismo

“Tomo cuidado para não ter o sucesso como referencial da genuína direção de Deus. Isto envolveria uma visão infantil da vida cristã, onde a cruz foi eliminada. Porém a pergunta de Balaão está sempre voltando às nossas mentes: estamos nós realmente no plano de Deus, andando no caminho no qual ele quer nos guiar? Esta não é mais uma questão de moralidade, de lei, de alguma distinção de um tipo racional ou mesmo espiritual entre o bem e o mal. É uma questão bem mais pessoal, mais viva e branda sobre o nosso contato com Deus, sobre a nossa atenção à sua inspiração.

Deve ser notado o fato de estarmos longe do moralismo. A idéia da direção de Deus é encontrada em toda a Bíblia. Embora Deus, algumas vezes dê regras gerais, ele fala aos homens mais frequentemente de um modo altamente pessoal e concreto dentro de determinada situação. Ele está presente em nós, pelo Espírito Santo…”

Paul Tournier em Culpa e Graça

Um comentário:

Rubinho Osório disse...

Pelos padrões atuais a frase seria: "A sociedade toma cuidado para não ter a direção de Deus como referencial do genuíno sucesso."