Páginas

sábado, 7 de março de 2009

Boas Notícias das terras do Norte

Munique, 7 de março de 2009

Queridos amigos da blogesfera e eventuais leitores desavisados,

Resolvi hoje largar o teclado e escrever a mão mesmo. É que se trata de algo bem pessoal… Não estranhe, minha caligrafia sempre foi assim mesmo, uma espécie de código secreto que só eu e Deus entendemos na hora da escrita e só Ele entende na hora da leitura!

Para os que tem acompanhado minha saga( emUma Teologia da Liberdade (1) e em Explicando como vão as coisas) trago boas notícias. É, abriu-se uma porta de trabalho pra esse grutense. Agradeço a todos que estiveram nos apoiando, seja em orações ou seja oferecendo o ombro virtual.

O interessante é que alguns fatos curiosos cercaram este acontecimento, os quais gostaria de compartilhar ao longo do tempo com vocês. Só a título de exemplo, ano passado cheguei  ao fim de minhas forças e pus um ponto final na nessa busca maluca por trabalho. Foi exatamente então que as duas últimas entrevistas que fiz tiveram resultado positivo e fui chamado!

Ontem fechei  os últimos detalhes com a opção que julguei melhor e segunda feira recomeço minha vida no mundo capitalista selvagem. Ou seja, precisarei  ainda mais de suas orações.

Para ser bem sincero, acho que o testemunho que tenho para dar nem é da porta de emprego que se abriu (milagrosamente nessa época de crise), ainda que eu esteja super feliz com isso, mas sim dos anos de desemprego em que fiquei  como “dono-de-casa” cuidando de minha filhinha, desfrutando da companhia de minha amada, fazendo amigos (como você) via internet, lendo alguns bons livros, e claro, queimando a cabeça com preocupações de como seria minha vida sem um trabalho :). Mas não seria exatamente nessa hora que Ele, de alguma forma misteriosa, se fazia presente?

Droga, o que quero afinal dizer é que Ele se fez presente de forma muito especial através de todos vocês: Bete,Beto, Jacqueline, Alyson, Alysson, Lucaz, Augusto, Lou, Alice, Rubinho (e Rubão), Brabo, Gondim, Alex, Nani, Márcia, Volney, Pava, Chagas, Valdinei,Renato, Clóvis, Geórgia, Luiz, nossa amiga da Argentina, Vítor, Felipe e todos mais que passam por aqui (ou que me receberam por onde passei) e mostraram sua simpatia e empatia.

Então, eu agradeço a Ele e também a você.

Beijos,

Roger

15 comentários:

bete disse...

Roger, amiguinho, sabia que isso já aconteceu comigo? Eu procurava emprego por exatos dois anos e quatro meses. Um dia disse para mim mesma: chega, não procuro mais. Até porque não tinha mais recursos, existe um custo também para procurar trabalho. Foi nesse dia que desisti que encontrei.

Mas no momento eu me encontro sem trabalho e sem rumo, cuidando de uma casa que nem sei se precisa ser cuidada ou demolida na base, para recomeçar de uma estrutura melhor...Será que Ele está presente neste caos?

Sucesso, amiguinho, sucesso.

Roger disse...

Bete, querida, de uma forma ou de outra estamos sempre envolvidos em uma luta.

O pior é que eu nem posso cantar vitória direito pois ainda tem muito chão pela frente até que as coisas de fato se estabilizem e eu chegue a esse "sucesso" que você me deseja e eu almejo.

Tenho que te afirmar de forma categórica que Ele está presente, principalmente no caos. Afinal Ele esteve presente, bem perto, até o último fôlego, na cruz, quando seu próprio filho amado morria por nós.

Beijão,

Roger

Alice disse...

Roger querido !! que alegria ! vc merece dessa terra o melhor, e talvez por isso, por ser o melhor tão difícil, Deus demorou um pouquinho pra encontrar e te entregar !rsrsssss..... Deus é fiel ! e sabe de todas as coisas e sabe que vc tb precisava passar por esse período de "dona de casa" para ter mais sabedoria nesse novo trabalho e vc verá, qta sabedoria esse período te trouxe !
Fico feliz de verdade, pq veja a mão de Deus sobre ti , e esteja certo que ..."abençoa o Roger e sua família em todas as suas necessidades" .... continuará sendo minha oração diante do senhor.
Eu tb, depois de 12 aos fora do mercado de trabalho estou voltando a ativa. Agora passa a ser minha a responsabilidade do sustento da casa, até que todo milagre na vida de meu maridão seja completo por Deus. Estou preparada, e hoje mesmo um amigo dono de restaurante me chamou para conversar.... vou lá as 5 da tarde... quem sabe Deus já apressou-se em me socorrer ?
Olha, a gente aqui em casa adora vc ! eu e o Tatá temos descoberto através de vc e de nossos amigos blogueiros em comum, o quanto a igreja do Senhor ainda vive e reina !

Vc merece !! e seja a benção que és para nós lá onde o senhor está te levando !!
Vc fará a diferença !!


mil bjus no seu coração

Roger disse...

Querida Alice, valeu!

Não mencionei o Tatá na listinha mas o testemunho dele me tocou e ajudou bastante enquanto estava aqui roendo as unhas esperando a resposta da entrevista.

Um grande beijo para você e para ele,

Roger

nanieateologia disse...

Roger,
Fico muito feliz por você! Parabéns!!!
Tenho certeza de que o seu novo trabalho será mais uma oportunidade de aprendizado e também de bençãos aos que irão conviver com você.
Beijos!

Alysson Amorim disse...

Que droga, cara. Tenho certeza que agora você desistirá de vez da ideia de vender pão de queijo para os arianos.

Felicidades, meu caro.

Roger disse...

Obrigado, Nani,

outro dia fui ao cinema, graças à dica do seu Blog e curtir muito a vida ao contrário do Benjamin. Ótimo filme!

Espero ser bênção pro pessoal e não ter muito que aprender rsrs mas as primeiras semanas são de fato treinamento.

Beijos,

Roger

Roger disse...

Caríssimo Alysson,

não sei porque insisto em escrever seu nome com um s só... algo me diz que y é consoante e não vogal.

Esse seria o PS do Post: projeto pão de queijo engavetado por tempo indeterminado. Mas um dia ainda (antes que a Forno de Minas e a Casa do Pão de Queijo cheguem aqui) ainda desengaveto ele.

Beijos,

Roger

Lou Mello disse...

Essa é uma notícia difícil de comentar. De um lado tem cara de de boa notícia, mas de outro...

Bom, como sou um pouquinho mais velho, farei meu papel de velhinho dizendo: é, meu filho, agora é que o problema começará. Você ainda se pegará dizendo: era feliz e não sabia.

Deus sempre acaba fazendo a nossa vontade, mesmo que não seja do agrado dele. Pediu, levou. Mas se isso o alegra, estou com você e não abro mão. Se mudar de opinião, de novo, a Gruta estará no mesmo lugar, sempre. Grande abraço.

Roger disse...

Grande Lou,

pelo jeito você é da turma do meu orientador do mestrado que dizia que tudo tem suas vantagens e desvantagens e que se olharmos bem até as próprias vantagens tem lá suas vantagens e desvantagens.

O pior é que acho que concordo com vocês.

Pode ter certeza que continuarei grutense de uma ou outra maneira.

Beijos,

Roger

Professor Augusto disse...

Roger, os caminhos de Deus são diferentes dos nossos, pois Ele vê aonde não conseguimos ainda enxergar. Foi quando vc, com humildade, abriu seu coração para todos os amigos é que Ele se aproximou mais de vc e ofereceu-lhe nesta época de crise brava um emprego que tanto tempo aguardava. Minhões estão sendo despedidos na Alemanha e no mundo. Estão indo para onde vc está saindo. Coisas de Deus. Vc alcança a graç num hora em que muita desgraça bate às portas de milhões. Estamos todos felizes com a sua notícia, louvando, glorifcando e bendizendo ao Senhor. Vale repetir o profeta Isaias "Deus não decepciona quem nEle confia". Ele ouviu as suas e as nossas orações. Que Ele seja sempre louvado! Felicidades e que o Divino Espírito Santo ilumine o seu novo caminho. Aleluia! Aleluia! Augusto

Roger disse...

É isso aí, pai,

é muito bom ter suas visitas e colaboração aqui em nesse Blog.

Meu sobrinho de 14 anos, o Yannick, me perguntou como eu poderia explicar que quando os tempos estavam bons eu não conseguia trabalho e que agora que está tudo ruim, eu consegui. Só pude falar pra ele que foi um milagre.

Vejamos agora o que o futuro tem preparado e bola pra frente.

Um beijão,

Roger

Humberto Ramos disse...

Roger!!!!

É isso aí, cara! Que Deus te abençoe grandemente no seu serviço.

E quando tiver uma grana sobrando, vem conhecer o Mato Grosso! rsrs

Se cuida!

Roger disse...

Valeu, Beto!

"Grana sobrando" é uma coisa que não existe. Se existe, pelo menos, nunca vi. Até mesmo porque conhecer o Mato Grosso é uma necessidade, que já há muito está no orçamento.

Abração,

Roger
PS: te aguardamos aqui também

Rubinho Osório disse...

Pronto! Já foi o primeiro dia (já é madrugada de terça aí nas Oropa). E aí, como foi? Tô torcendo pra ter sido tudo de bom, mesmo sendo uma torcida impossível. Mas é viável que o saldo seja positivo e a carreira, longa. Nisto eu me fio.
Só não deixe a gente na mão, ok?