Páginas

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Conheceria Deus o futuro? (parte 8)

Eu sei, para a quase totalidade dos poucos leitores que cativei, essa pergunta não procede, afinal o dogma já está há séculos estabelecido: Deus é onisciente.

Mas Deus é também onipotente, então como poderia a força de sua ciência anular a força de seu poder?

Se Deus conhece de antemão tudo o que acontecerá no futuro, poderia Ele ainda intervir na história? Teria Ele ainda o poder para mudar o futuro? Não. O Altíssimo estaria de mãos atadas, como mero expectador, que assiste o efeito de um dominó esbarrar no outro até que todas as pedrinhas se deitem no chão e a brincadeira se acabe.

O Deus das Escrituras Sagradas tem, porém, todo poder para mudar o futuro, seja ele qual for, e mais do que isso, à sua semelhança, nos capacita também para tal.

O fato é que crer no Pai de Jesus, o Cristo, implica necessariamente em afirmar contundentemente sua onipotência para mudar o futuro assim como sua total impotência para mudar o presente.

2 comentários:

Rubinho Osório disse...

Você esbarra em um obstáculo, por enquanto, intransponível: o conceito de tempo. Como bem disse James Taylor em sua canção "The Secret of Life":
..."o tempo não é realmente real, é apenas uma questão de ponto de vista, Einstein afirmou que não o entendia"...
Então, fazer assertivas peremptórias sobre o passado/presente/futuro e a relação dele com Deus - outro incompreensível - é demais para a mente humana! São elucubrações tênues e frágeis... mas são interessantes!!!

Anônimo disse...

Recomendo

Reminiscências pentecostais

http://amarelofosco.wordpress.com/2009/07/15/encarnacao/