Páginas

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Como identificar se um Blog “é de Deus”

  1. Olhe o número de seguidores e visitas – Se tiver poucos seguidores e visitas desconfie, afinal o Salmo 1 fala “TUDO o que fizer prosperará”. Blog que não prospera não é de Deus. Mas desconfie também dos com muito seguidores e visitas, afinal “muitos são os chamados, mas POUCOS os escolhidos” e “MUITOS vão pelo caminho largo, mas POUCOS são o que passam pela porta estreita”. No fim das contas desconfie também dos Blog que ficam na média, Deus odeia aquilo que não é “nem quente nem frio”.
  2. Olhe o número de comentário por Postagem – Muitos comentários são suspeitos, afinal comentários não passam de vaidade, lembre-se “tudo é vaidade”. Poucos comentários são igualmente suspeitos, afinal escondem a vaidade, lembre-se “tudo é vaidade”. Nem muito nem pouco é também vaidade, lembre-se “TUDO é vaidade”.
  3. Olhe o tempo que o Blog existe – Lembre-se do conselho de Gamaliel, a obra que não é de Deus, não durará muito tempo. Não combata Blogs que estão apenas no começo. Tome como exemplo o islã e o budismo; ninguém ouve mais falar nessas coisas, se fossem de Deus teriam certamente durado mais tempo. Portanto não combata também os Blogs mais duradouros.
  4. Avalie o conteúdo – Blogs que citam muitos versículos Bíblicos são suspeitos. Lembre-se o que o capeta usou para tentar Jesus? Pois é… versículos. Mas Blogs que não citam a Bíblia são igualmente suspeitos, afinal a Bíblia é lâmpada e luz. A melhor coisa a fazer é usar a fórmula de Diogo Boni, o criador do B-log: F = (N/1189) x P / (31.278 * V). Para F > 1 O Blog é suspeito por citar pouco a Bíblia. Para F < 1 o Blog é suspeito por abusar das Escrituras. Onde F é o fator de medição. N o número de Postagens. P o número médio de parágrafos por Postagens. V o número total de Versículos citados. Se, por acaso, F for igual a um reveja os cálculos e multiplique o resultado por 2 (afinal são DOIS testamentos).
  5. Avalie o design do Blog – Blogs com designs muito modernos não são de Deus, afinal a modernidade é responsável pela “morte de Deus”. Pós-modernos nem se fala. Blogs muito simples, não espelham a glória do Glorioso. Blogs muito epalhafatosos, exibem somente a glória humana. Para meio termo lembre-se, das coisas mornas…

Em caso de dúvidas, descarte os 5 pontos acima e considere de antemão só o seu Blog abençoado.

2 comentários:

Descanso da Alma disse...

Confusamente muito legal. hahahaha.
Nem sei como considerar os meus, acho que fico com Vaidade, Vaidade, TUDO é vaidade, então não é de Deus. hehehehe

Rubinho Osório disse...

Decidi: vou encerrar meu blogue! Ou seria isto vaidade tb?