Páginas

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Leituras sobre “O Deus que se Revela”

revelaEsse é o desafio que se coloca frente à igreja cristã conteporânea:

Como se reinventar em uma lógica onde a Bíblia e as pregações não sejam mais o centro da vida comunitária (ou da fé comunitária)?

Minha sugestão fica (contra)baseado em outro título de Francis Schaffer: "O Deus que se revela" (no original, He is there and he is not silent)".

Ao pé da letra a tradução seria: Ele existe e não está em silêncio. De um Deus que não está em silêncio passamos muito rápido para um Deus tagarela que está o tempo todo a falar, falar, falar…

Quero então aproveitar a perspicácia desse autor, tido como o pai do fundamentalismo americano, para investigar melhor alguns fundamentos de minha própria crença a qual foi moldada por várias dessas premissas evangelicais.

As perguntas então que norteariam essa leitura e a nossa busca aqui seriam:

  • E se Ele estiver em silêncio?
  • E quando Ele se silencia?

Parece-me que o tempo amadureceu para prosseguir nessa leitura. Assim ressuscito esse Blog com a esperança de, quem sabe num futuro não muito distante, poder também avançar para o último título da trilogia de Francis Schaeffer.

Fonte: http://morte-da-razao.blogspot.com/

2 comentários:

Rubinho Osório disse...

3- E por que Ele se silencia?

Roger disse...

Pessoas educadas se calam, muitas vezes, para ouvir.