Páginas

terça-feira, 29 de abril de 2014

Meu mundinho virtual é só meu

Me criei um avatar. Ele foi feito com carinho e esmero ele é minha imagem e minha semelhança.

Peguei a melhor foto minha e postei nas redes sociais de que faço parte. Para um ou outro perfil escolhi uma foto mais avacalhada. Afinal quem manda aqui sou eu.

Esta é a cara que o mundo real terá de mim. Nada mais.

Trabalhei com precisão meu perfil. Escolhi e omiti as palavras certas.

Assim, senhoras e senhores, abro a porta para o mundo virtual e fecho a do mundo real.

Não preciso de gente a meu redor. Gente diferente, gente que arranha, que belisca e bate. Gente que fere.

Dos tapas virtuais, me defendo instantaneamente com um delete, unfolow: excluo, bloqueio.

No meu mundinho virtual conheço o universo. Navego pelos mundos, me informo sobre todos os assuntos e ciências, todas: as conhecidas e as jamais imaginadas e experimentadas. Leio todo tipo de notícia relevante e irrelevante também. Sou um especialista em tudo.

Não preciso de gente me aconselhando, não preciso de gente fingindo que me ouve, não preciso de ninguém ao meu redor, ninguém para segurar minha mão ou tocar meus cabelos. Não preciso de gente.

Sexo? Está lá. Todos. Todos os tipos e jeitos. Sacros e profanos. Convencionais e pervertidos.

Me basta os seus bits, bytes e o contato íntimo à distância.

O mundo binário é mais lógico, administrável e controlável.

Ele cabe no meu bolso. Na palma da minha mão.

Com meu mundinho virtual estou ligado ao universo 24 horas em flat-rate e banda larga. E o universo está ligado comigo. Estou ao alcance de todos o tempo todo.

E quando finalmente chegar aquele dia, em que eu ficar off-line por tempo definitivo, meu avatar permanecerá lá. Ele será eu no meio de vós.

Para todo o sempre. Amém…

2 comentários:

Rubinho Osório disse...

Meu, roubei teu avatar... digo, teu texto. Vou publicar no Face, afinal ninguém lê mais blogue, certo?
E num adianta reclamar, no mundo virtual quem manda em mim sou eu... é ou não é?

Silvia geruza disse...

Excelente, transmitiu o que sinto sobre o mundo virtual.