Páginas

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Meu perfil teológico

Após fazer o TESTE sugerido por Falstini descobri que dois terço das minhas crenças teológicas estão de acordo com Schleiermacher e menos que um quinto com Lutero.

Aqui está o resultado com o perfil completo:

perfil

19 comentários:

Juber Donizete Gonçalves disse...

Roger,

No meu teste, deu Anselmo/Paul Tillich/Jurgen Moltmann, empatados em primeiro lugar. Uma loucura né?
Lutero e Calvino ficaram em segundo lugar.

Abraço.

Humberto Ramos disse...

Cara, o meu foi Anselmo, depois (empatados)Barth, Moltmann, Tillich...

Heheheh

Mas na verdade sou humberterano! hehehehe

Tchau!

bete disse...

O meu foi mais pra Tillich, eu heim?

Abração.

nanieateologia disse...

Roger,
Já escrevi o post com meu resultado. Vou divulgá-lo amanhã.
Nunca imaginei que pensava tanto como ele. É isso que dá ficar brincando com o nome dele na faculdade...
Beijos!

Alysson Amorim disse...

Nem ouso fazer o teste. O resultado talvez dê... sei lá, Schopenhauer.

Abração.

Alysson Amorim disse...

Não resisti e o teste apontou Tillich em primeiríssimo lugar com 83%. Por algum milagre Calvino conseguiu o penúltimo lugar, ganhando apenas de Jonathan Edwards.

Roger disse...

Juber,

o fato é que esse teste ainda terá que ser aprimorado e acrescentar alguns momes como Rubem Alves, Gondim, Brabo e Küng.

Talvez Ancelmo possa ser removido e substituido por Stott!

Abraços,

Roger

Roger disse...

Beto,

sempre quando lia seus texto percebia o forte traço de Anselmo (rsrrs mentira...)

Abraços

Roger

Roger disse...

Bete,

pelo que eu saiba o Felipe Fanuel que é um especialista em Paul Tilich.

Quanto a mim retomei minha leitura de os grandes pensadores cristãos pois tinha parado em Schleiermacher!

Abrçs,

Roger

Roger disse...

Nani,

como alguém já disse: livros não mudam o mundo, mudam pessoas e essas mudam o mundo.

Te aconselho diminuir a dose de Calvino! rsrsrs

Abraços fraternos,

Roger

Roger disse...

Alysson,

queria ver o que o Fanuel iria nos apresentar neste teste! Provavelmente algo como o seu...

Eu como sou um eclético crônico, considero esse teste como uma tabela de vitaminas, onde as doses tem que ser equilibradas.

Ou seja, irei trabalhar agora, em breve, para elevar minha taxa de Lutero e diminuir um pouco o fazedor de véus!

Abraços,

Roger

Felipe Fanuel disse...

Roger,

Eis o resultado:

Paul Tillich 100%
Rudolf Bultmann 100%
Friedrich Schleiermacher 100%
Jurgen Moltmann 83%
João Calvino 50%
Charles Finney 42%
Jonathan Edwards 33%
Martinho Lutero 33%
Karl Barth 17%
Anselmo 0%
Santo Agostinho 0%

Não me assusto com os primeiros lugares da lista, mas com o último. A primeira obra que peguei para ler espontaneamente no Seminário foi A Cidade de Deus, de Agostinho. É curioso que Agostinho foi, ao lado de Orígenes, o teólogo da igreja antiga que mais influência exerceu no pensamento tillichiano. Acho, portanto, que há mais Felipe que Tillich nesta lista.

Um abraço.

Felipe Fanuel disse...

Ah, esqueci de dizer que no tiebraker (desempate) entre os três primeiros teólogos precisei escolher uma entre três questões:

1. A cosmologia do Novo Testamento é essencialmente mítica em seu caráter.

2. A dúvida não afasta o homem do Criador. É um modo de chegar a Ele; dogmas não salvam, mas Deus.

3. A existência de Deus é evidente pelo sentido de clara dependência que nós temos dele.

Escolhi a segunda, claramente tillichiana, assim como a primeira é bultmanniana e a segunda, schleiermacheriana.

Um abraço.

Roger disse...

kkkkk!

Sabia, Felipe,

O que mais me estranha nesse seu resultado são os níveis extremos de 100% e 0%. Você é um cara radical, heim!?

E Barth? Você não fecha com ele?

Será que o Vítor apresentaria um resultado exatamente oposto ao seu?? (Vou convidá-lo a fazer o teste).

Abraços,

Roger

Juber Donizete Gonçalves disse...

Roger,

Concordo que Stott, Küng, Brabo, Gondim devam ser acrescentados a lista, já quanto a Rubem Alves por mim não entraria, mas é que questão de gosto pessoal, não gosto dos seus escritos, me parece um sujeito que perdeu a fé, prefiro o Leonardo Boff.

Abraço.

Vitor Grando disse...

Roger,

Adivinhou! Meu teste deu praticamente o oposto do Fanuel, lá vai:

Anselmo 92%
Karl Barth 83%
Martinho Lutero 83%
João Calvino 58%
Santo Agostinho 58%
Friedrich Schleiermacher 50%
Paul Tillich 42%
Charles Finney 33%
Jurgen Moltmann 33%
Jonathan Edwards 33%
Rudolf Bultmann 17%

Acho que o teste foi preciso, Bultmann de fato estaria lá embaixo. Não conheço Anselmo, a não ser pelo seu argumento ontológico, mas acho que ele está sim entre os primeiros.

Um abraço!

Anônimo disse...

kkkkkkkk

Vítor,

ainda bem que Tilich e Scheilermacher não estão como últimos de sua lista, se não diria que você está gozando nossa cara!! só faltou isso para sair o inverso de Felipe!!

Valeu pela sua contribuição.

Quanto a mim já refiz o teste duas vezes, chegando a um resultado que acho mais coerente.

abraços,

Roger

Felipe disse...

Paul Tillich está me influenciando mais do que o esperado:

Paul Tillich 83%
Friedrich Schleiermarcer 83%
Anselmo 83%
Jungen Moltmann 83%
Charles Finney 67%
Santo Agostinho 58%
Karl Barth 58%
Rudolph Bultmann 42%
Jonathan Edwards 17%
Martinho Lutero 17%
João Calvino 0%

Andrea disse...

Friedrich Schleiermacher -83%
Rudolf Bultmann - 75%
Paul Tillich - 67%
Charles Finney - 58%
Jurgen Moltmann - 58%
Martinho Lutero - 50%
João Calvino -50%
Anselmo - 42%
Santo Agostinho - 42%
Karl Barth - 42%
Jonathan Edwards -8%