Páginas

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Mistério e lógica

Os mistérios em si podem não ser lógicos, mas a humildade para aceitar "a realidade do mistério", quando a racionalidade alcança seu limite, é puramente racional.

Devo admitir também que o inverso deva ser verdadeiro: requer–se uma boa dose de humildade [como bem lembrou nosso amigo Rubinho] para aceitar a realidade da razão, quando o mistério alcança seu limite. Exemplifico:

Ontem, certa pessoa não concordava [comigo] que Jesus fosse Deus:

- Jesus, eu disse, é Deus e ele também está aqui com a gente.

- Não, Jesus foi um homem. Ele viveu em algum lugar com a gente, na África, não sei. Mas Deus está no céus, nas nuvens… Que piada! Jesus é gente, não pode ser Deus!

Bem, claro que não iria forçar essa pessoa a entender [aceitar] o mistério da trindade, que só foi articulado séculos após a vinda de Cristo, e milênios após o primeiro livro da Bíblia ser escrito. O mistério havia alcançado seu limite, e já era suficiente que para tal pessoa, a existência de Deus e a vinda de Jesus parecessem lógicos – pincipalmente levando-se em conta que se tratava de minha filhinha de 4 anos.

O que me deixou, porém encucado foi ela relacionar Jesus com a África, se foi sua lógica infantil ou alguma razão misteriosa, não sei. De qualquer forma é verdade, Jesus deve estar mesmo mais pra lá do que pra cá.

4 comentários:

Eduardo Medeiros disse...

kkkkkkk fantástico!!!!
já andas tentando fazer de sua filha uma crentizinha conservadora e ortodoxa teologicamente, né/???

que grande pecado...kkkkkkkkk

pois eu fico com a lógica da pequena: deus e deus e jesus é homem...rs

abraços

Rubinho Osório disse...

Pois é, "deixai vir a mim as criancinhas..." e tente convencê-las do contrário!!!!
E vc, continua me jogando no fogo(!), justo eu, que fico aqui ruminando no meu cantinho, sem mexer com ninguém!!! "Vc não vai com a minha cara?" diria o Quico.
Abs
r

Djalmir disse...

Sobre Jesus na Africa foi a melhor parte. Gostei da frase: "Jesus deve estar mesmo mais pra lá do que pra cá".

Felipe disse...

Crianças são sinceras e criativas, discordando abertamente do que para elas é ilógico. Não têm medo de descrer de algo em aberto, muito diferente dos adultos. Deve ser esse um dos motivos de ser das crianças o Reino dos Céus.
Quanto a menção da África feita pela menina, fantástico! Parece que a menina já relaciona Ele com o oprimido.