Páginas

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Oi! Eu sou...

Pensei muito antes de colocar o meu primeiro texto aqui no Teologia Livre. Usar um texto já publicado no meu blog ou ir com algo inédito? Ser polêmica ou simpática? Falar sobre um tema teológico (para vocês acharem que sei alguma coisa) ou ser mais leve e correr menos riscos?
No fim, cheguei a algo básico na educação de nossa sociedade. Antes de iniciar uma conversa, você se apresenta.
Eu sou a Nani e fui convidada pelo Roger para fazer parte do time de colaboradores do Teologia Livre. Estou na blogosfera há pouco tempo, desde julho de 2008. No meio deste ano termino a minha gradução em Teologia no Mackenzie (que medo!) e só me decidi por este estudo pela aproximação de Jesus (foi o que eu decidi ser o melhor a fazer, mas eu também poderia ter virado freira na época). Não faço parte de nenhuma igreja e nem sinto de falta de uma para falar a verdade. Disse o meu "aceito" para Jesus apenas para os meus colegas de sala e me sinto muito feliz com isso.
Como estamos em um blog de teologia, vou colocar aqui o meu resultado do célebre teste já comentado pelo Roger:
Fazendo teologia no Mackenzie, não poderia dar outro resultado, não é mesmo?
Mas ainda penso muito na questão do livre-arbítrio do homem e da soberania de Deus. Como em outros temas teológicos, reflito e fico agradecida pela misericórdia de Deus, que não revelou todo o Seu plano para nós e não nos sobrecarregou com esta cumplicidade.
Então, para mim há sempre muito espaço para pensar, discutir e formular minhas próprias idéias  ideias. E devo ser uma péssima cristã, pois não faço esforço algum para convencer os outros sobre o que acredito. Aliás, tenho pavor de parecer uma crente fanática, fundamentalista, carola ou qualquer outro termo...
Esta sou eu e agradeço pela atenção de vocês.
That´s all folks!

3 comentários:

Georgia disse...

Oi, Nani, boa a sua apresentacao. Legal!

Eu tb nao ficou falando para as pessoas aceitarem a Jesus. Principalmente quando eu sei que elas estao carecas de escutar e nem querem saber. Tem muita gente que só ouviu uma vez, entendeu e pronto: aceitou a Crsito como Salvador. Por que outros precisam ouvir trocentas vezes? Nao é pela forca...

Abracos

Roger disse...

Oi, Nani, boa a sua apresentacao. Legal! (2)

Embora a maioria das coisas que você contou aqui sejam novas para mim, parece que já sabia. Combina com o que você expressa, mostra sua transparência.

Gostei de suas breve análise da questão livre arbítrio x predestinação que vem me incomodando (afinal fiquei devendo uma resposta ao amigo Clóvis do Cinco Solas).

Enfim,... queremos mais!

Abraços,

Roger
PS: Estou preparando com minha mente matemática uma média de perfil dos colaboradores (e amigos) baseada nesse teste!!

nanieateologia disse...

Georgia,
Obrigada pelo apoio! É sempre bom saber que há outros que pensam como nós...

Roger,
Quero ver só esta compilação. Você também vai bolar uma escala entre "teólogos legais" e "teólogos sinistros"? rsrsrs...
Ai ai ai, Calvino com certeza é sinistro!

Abraços a ambos!