Páginas

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Conheceria Deus o futuro?-9 ou Você morrerá-3

Deus, porém, veio a Abimeleque em sonhos de noite, e disse-lhe: Você morrerá (Gen 20:3)

Como já vimos essas palavras “você morrerá”, vindas dos lábios de Deus, por mais aterrorizantes que pareçam, expressam um viés de vida. São como ecos da capacidade divina em antever a morte e simultaneamente dar um jeito de mudar o enredo – e/ou possibilitar ao próprio protagonista que mude - para salvá-lo. Esse foi o caso com Abimeleque.

O texto sagrado mostra de forma contundente que o futuro não está amarrado e nem estabelecido, nem mesmo para Deus e aqueles que habitam em um universo paralelo.

O futuro era claro: você morrerá. Então Abimeleque se humilha e clama a Deus, e o futuro começa a mudar! Depois Deus passa a bola para Abimelque e para Abraão: não peques e meu profeta orará por ti.

De repente o futuro de morte se torna em vida.

“Sarou Deus a Abimeleque de maneira que tiveram filhos

Jonas ficou pirado com essa flexibilidade divina em mudar de idéia, quanto a exercer logo o juízo - Não seria melhor um Deus durão?

Isso me faz pensar em Jesus, clamando com sangue e lágrimas ao Pai para mudar seu futuro de espinho e cruz, recebendo, contudo, somente a inflexibilidade como resposta…

Leia também:

Você morrerá (2)
Você morrerá (1)
Conheceria Deus o futuro? (parte 8)

2 comentários:

Rubinho Osório disse...

Desculpa, Roger, mas vou discordar... caramba! Até parece que só venho aqui pra dar o contra!!! Não é, não. Venho aqui porque gosto muito, mesmo discordando.
"O texto sagrado" NÃO "mostra de forma contundente que o futuro não está amarrado e nem estabelecido, mesmo para Deus"... Mostra, apenas, que Deus não é Alá, o fatalista, que o destino não é deus, e que Deus "é maior/está acima" do futuro, do destino, das coisas prontas e acabadas. Só isso.
No entanto, acredite, gosto muito do que vc escreve...

Roger disse...

Caro Rubinho,
obrigado por suas visitas frequentes.
Suas também frequentes discordâncias, tem me preocupado muito. Não sei mais o que fazer contigo...
Talvez te passe uma lista de autores, sugira alguns bons Blogs, ou práticas devocionais chaves.
Não sei... será muito difícil para você subir a meu nível.
Mas não desista nunca!