Páginas

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

A sacanagem messiânica

Consiste em que, se um dia alguém, para ajudar um faminto, sedento, doente, preso, estrangeiro ou nu, se aproximou dele de cima para baixo, achando-se ele mesmo o messias, esse não O achará.

Por outro lado, aqueles que, para ajudar, se aproximaram de um faminto, sedento, doente, preso, estrangeiro ou nu, despretensiosamente, de baixo para cima, O acharão, sem nem saber ou procurar.

Curiosamente o Messias estará na pele do necessitado e não na do caridoso, na do fraco e não na do forte, na do salvado e não na do salvador (Mt 25:35).

3 comentários:

Rubinho Osório disse...

O mais belo dessa sacanagem é que quem O acha, O acha sem saber nem procurar. Não é lindo, isso? Na verdade, não "O acha", mas, sim, É ACHADO. O que é mais incrível - "awesome" - ainda...

A Teia das Vaidades disse...

Tocante. Nosso Deus é o que há de mais surpreendente que sempre houve. Creio que a linguagem não pode defini-lo. Palavras são sons e simbolos, Ele não.

Lou Mello disse...

Muito bom! Mas tome cudado para não contar o fim do filme. Muitos não estão preparados.